Cortinas: como escolher o modelo ideal

Consideradas essenciais em qualquer ambiente, as cortinas não saem de moda nunca e deixam a decoração muito mais bonita. Mas a função de uma cortina vai muito além da beleza.

Cada vez mais modernas, as cortinas ganharam versões mais tecnológicas e atuais. Tem até modelos motorizados, que se abrem e fecham com um clique no celular, mesmo a distância.

Os materiais também evoluíram ao longo do tempo. As antigas cortinas de renda abriram espaço para tecidos diferenciados e até com tratamento antiestático, que inibe o acúmulo de poeira.

Além de garantir a privacidade ao ambiente, as cortinas dão maior conforto térmico e protegem aparelhos eletrônicos, pisos e móveis dos efeitos do sol.

Com tantas opções no mercado hoje, fica até difícil escolher a melhor cortina para cada ambiente, não é mesmo? Então, vamos ajudar você a decidir.

 

Cortinas: qual modelo escolher?

Já houve tempos em que as pessoas que sofriam de alergias eram obrigadas a abrir mão das cortinas por conta da alta concentração de pó. Porém, hoje, existem modelos dos mais variados, inclusive opções de poliéster com tratamento antiestático que acumulam uma quantidade menor de poeira, podendo ser lavado com facilidade. Uma boa alternativa para os alérgicos!

As cortinas dão aquele toque final na decoração dos ambientes. Geralmente, elas são escolhidas de forma a melhor se encaixar esteticamente no projeto arquitetônico, ajustando-se à escolha de móveis, pintura das paredes e demais objetos.

Porém, a cortina ideal também precisa ser pensada como uma solução que vai muito além da decoração.

Escolher as cortinas certas significa dar mais conforto térmico e acústico a um ambiente, proteger móveis e eletrodomésticos do calor excessivo do sol e até economizar com energia elétrica ao deixar o espaço mais fresco e usar menos ar-condicionado, por exemplo.

Tudo vai depender do projeto arquitetônico e da sua necessidade.

Se o ambiente bate muito sol, por exemplo, a cortina rolô feita com fibra de vidro pode ser uma excelente opção.

Já se você quer um ambiente supermoderno, cortinas do tipo romana com módulos de tecido garantem um visual mais arrojado ao espaço.

 

Conheça alguns modelos de cortinas

As cortinas são acessórios facilmente encontrados em redes especializadas, mas para uma decoração mais personalizada e sofisticada, a sugestão é a aquisição de cortinas sob medida.

Dessa forma, o material das cortinas vai se adequar perfeitamente ao projeto arquitetônico.

A Hunter Douglas, líder no mercado de decoração de janelas, possui diferentes modelos, para atender às mais variadas necessidades de projetos.

Confira o portfólio de cortinas:

cortinas hunter douglas

Encontre a revenda mais próxima!

Cortina Rolô e Cortina Romana: praticidade e sofisticação

Você viu que existem inúmeros tipos de cortinas no mercado. Entre as mais conhecidas estão a Cortina Rolô e a Cortina Romana. Por isso, vamos falar um pouco mais sobre elas.

Sabemos que decorar espaços com cortinas exige um cuidado todo especial. Além da escolha da cor que combine adequadamente, é preciso definir o material que dose a claridade na medida certa e o modelo que torne o espaço mais luxuoso.

E quando o assunto é sofisticação, os modelos de cortinas rolô e romana são os mais procurados.

A cortina rolô se abre de baixo para cima e o tecido fica todo escondido em um rolo fixado na parte superior da janela, deixando o visual bem clean. O mecanismo de abertura e fechamento da cortina pode ser automatizado, de maneira que o rolo fique preso no varão ou retirar escondido no cortineiro.

Modelos de Cortinas

Em ambientes com janelas de grandes proporções, as cortinas rolô são uma opção prática, pois formam belos painéis que podem ser ajustados de maneira diferenciada, permitindo retirar a entrada perfeitamente dosada da claridade.

Em ambientes pequenos, a cortina rolô também é indicada, pois pode facilmente se ajustar ao tamanho da janela sem disputar espaço com os demais móveis e objetos de decoração.

SAIBA MAIS SOBRE AS CORTINAS ROLÔ AQUI!

A abertura da cortina romana também se dá de baixo para cima, mas ela se diferencia da cortina rolô por conter módulos estruturados. Ao subir o tecido, esses módulos se acumulam na parte superior da janela, formando gomos discretos.

Cortinas Romanas

Assim como a cortina rolô, a cortina romana pode ser usada em ambientes de pequenas e grandes proporções. Seu design, quando aberto, torna a escolha desse modelo de cortina um diferencial.

O manuseio desse tipo de cortina também pode ser manual ou motorizado, facilitando a abertura e o fechamento.

 

Cortina ou persiana: existe diferença?

Você sabia que cortina e persiana são coisas diferentes? Ambas integram a decoração do ambiente e ajudam a controlar a luminosidade, mas possuem características distintas.

As cortinas são feitas de tecido contínuo e, na maioria das vezes, cobrem a parede do chão ao teto, dando um ar mais clássico e imponente ao local. Já as persianas são compostas por lâminas feitas não apenas de tecidos, mas de outros materiais mais duros, como PVC, alumínio e madeira. Diferentemente das cortinas, as persianas cobrem apenas o espaço ocupado pela janela, deixando o ambiente mais clean e minimalista.

Mas qual escolher? A resposta é: tudo depende do estilo do ambiente desejado.

Tanto a cortina quanto a persiana oferecem a conforto e aconchego ao ambiente e protegem pessoas e ambientes contra os efeitos nocivos do sol. Porém, são os detalhes que farão a cortina ou a persiana arrematarem a decoração e deixá-la mais sofisticada.

Persianas e cortinas combinam muito bem com janelas de diferentes tamanhos. Porém, para quem não abre mão da textura dos tecidos, acaba optando pelas cortinas.

Mas se você ainda está com dificuldades para decidir se instala uma persiana ou uma cortina no ambiente, opte por ambas! A combinação das duas pode oferecer um ar bastante inovador e refinado.

 

Como fazer a limpeza adequada das cortinas

A limpeza das cortinas depende muito do material que elas são confeccionadas. O mais importante é seguir rigorosamente as orientações do fabricante, para manter a durabilidade e conservá-las bonitas e funcionais.

As cortinas de tecido, por exemplo, devem ser aspiradas com frequência para evitar que a poeira se acumule e estrague seus componentes.

Além de aspiração periódica, é importante que uma empresa especializada faça uma limpeza mais profunda para evitar a impregnação de sujeira. A higienização incorreta pode danificar os tecidos.

CONHEÇA AQUI TODOS OS NOSSOS MODELOS DE CORTINAS

Por que escolher as cortinas da Hunter Douglas?

Criada em 1919, a Hunter Douglas está sempre em busca de novos materiais, tecidos, estampas, texturas, acionamentos e tecnologias para desenvolver produtos cada vez mais sofisticados.

Com isso, a Hunter Douglas tornou-se líder em decoração de janelas, com mais de 500 combinações inovadoras e modernas de cortinas e persianas.

Todas as matérias-primas utilizadas nas cortinas são sustentáveis e seguras para crianças e pets, sem contar que proporcionam total conforto visual, térmico e acústico e bloqueio adequado de raios UV.

Alguns modelos de cortinas Hunter Douglas contam com motorização que permitem acionamento por dispositivos móveis (smartphones e tablets).

Todas as linhas possuem cinco anos de garantia e tratamento antiestático, capaz de inibir o acúmulo de partículas de poeira nos tecidos e ampliando a durabilidade dos produtos.

Acesse a página de cortinas da Hunter Douglas e conheça a linha completa!

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.